Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



15
Nov20

Babel

por Patrícia Fragoso

 

 

Esta noite, tu lembraste-te de aparecer e eu confesso que não estava à tua espera. Era sempre eu a ir ao teu encontro.

Foram poucas as palavras. Disseste algo entre dentes e, nitidamente, não percebi.

Apareceste, mas continuo sem entender o que vieste cá fazer.

Hoje, tenho a certeza de que nunca te soube ler como és.

Desapareceste rapidamente e, mesmo assim, eu fui atrás, mais uma vez. Persegui as nossas ligações, as nossas memórias. Persegui-te adormecida, sem te conseguir alcançar.

Eu sonhei contigo?

Creio que ainda sinto a tua falta, não vou mentir. Queria que estivesses aqui, agora.

Que puta de dependência a minha.

É este o preço que tenho a pagar por ter esperado demais da vida real.

 



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2021
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2020
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2019
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ